SISTEMA ONLINE

NOSSA JURISDIÇÃO

Revista do Biomédico

Universidades no Brasil

POSSE DA NOVA DIRETORIA DO CRBM4 2019/2023

A nova Diretoria do Conselho Regional de Biomedicina da 4ª Região ( Dr. Luiz Carlos Santana da Silva - Presidente; Dr. Márcio Vinícius Cardoso Ferreira - Vice-Presidente; Dra. Andréa Silvestre Lobão Costa - 1ª Secretária; Dr. Edvaldo Carlos Brito Loureiro - 2º Secretário; Dra. Nelma Cristina Sousa de Assis Siqueira - 1ª Tesoureira; Dra. Márcia Margareth de Aragão Assis - 2ª Tesoureira; Dr. Elivam Rodrigues Vale, Dra. Flávia Serrano Batista, Dr. Leonardo Kepler de Oliveira Lúcio, Dra. Tatiane Amabile de Lima - Conselheiros Titulares; Dr. Anderly da Silveira Pantoja, Dr. André Manfrini Barbosa de Lima, Dr. Eduardo Henrique Bastos Motta, Dra. Fernanda Andreza de Pinho Lott Figueiredo, Dra. Karla Tereza Silva Ribeiro, Dra. Katarine Antonia dos Santos Barile, Dr. Marcelo Pereira Mota, Dra. Patrícia Bentes Marques, Dr. Pedro Eduardo Bonfim Freitas e Dra. Tinara Leila de Souza Aarão - Conselheiros Suplentes ) tomou posse neste sábado, 26, em Belém (PA). O novo presidente, Dr. Luiz Carlos Santana, irá gerir a pasta entre os anos de 2019 a 2023. No entanto, ele já era Vice-Presidente da Autarquia desde 2015, na gestão do Dr. Edvaldo Loureiro, que deixa a presidência manifestando seu apoio à nova gestão, à Biomedicina e ao novo Presidente.  O CRBM 4 é a representação da Biomedicina em seis Estados da região Norte: Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima. Na ocasião, Dr. Luiz Santana, atual Presidente homenageou o Dr. Edvaldo Loureiro pelos imensuráveis trabalhos realizados durante sua gestão ( 2015 a 2019)

Os próximos quatro anos, segundo o ex-presidente do CRBM 4, Dr Edvaldo Loureiro, serão desafiadores, uma vez que os Estados da região Norte impõem diversas limitações à fiscalização que deverão ser contornadas com competência e profissionalismo pela nova equipe, dando sequência ao trabalho que já vem sendo realizado nos últimos anos. Dentre os compromissos de Luiz Santana frente ao CRBM 4 e à Biomedicina, estão: aprimorar e expandir a fiscalização profissional; empreender mais esforços para dar conta dos processos de cunho ético; diminuir a inadimplência de pessoas físicas e jurídicas; realizar visitas técnicas e de fiscalização nos estados de jurisdição do CRBM-4; implementar reforma e promover a infraestrutura e segurança da nova sede; promover cursos técnicos de capacitação aos funcionários do CRBM-4, reforçando suas habilidades sejam elas jurídicas, administrativas ou de fiscalização; divulgar e implementar a categoria biomédica no corpo profissional dos municípios, quando na vigência de editais para processos seletivos; promover a valorização da classe biomédica; Definir plano de metas para cada funcionário, evitando desvio de função; Implementar mecanismos para a realização de concurso público; promover mecanismo de apoio para as Associações de Biomédicos; implementar os novos registros de identidade funcional; aperfeiçoar o sistema de registro e segurança dos dados; articular junto à ABBM a realização de prova de títulos; promover o III Congresso Norte de Biomedicina; fortalecer parcerias educacionais com as IES e representações biomédicas; promover parcerias com empresas de curso de línguas e de pós-graduações latu sensu; articular junto às Associações de Biomédicos a criação de uma revista científica.

Quem é Dr. Luiz Carlos Santana

Com vasta experiência na área da saúde, sobretudo na Biomedicina, Dr. Luiz Carlos Santana tem a vida dedicada à pesquisa e à academia. Já participou de quase 100 bancas de formação, dentre elas de graduação, mestrado e doutorado. Sua atuação se dá nas seguintes linhas de pesquisa: Bioquímica, com destaque para a investigação clínica, bioquímica, nutricional, epidemiológica, genética e molecular de erros inatos do metabolismo; Endocrinologia, com destaque para a investigação clínica, bioquímica, nutricional e molecular do Hipotireoidismo Congênito; Nutrição, com destaque para distúrbios nutricionais; Oncologia, com destaque para a Análise Molecular de Câncer de Tireóide; Neurogenética, com destaque para a análise molecular de genes envolvidos na etiologia da Doença de Parkinson, autismo e ataxias espinocerebelares; Odontologia, com destaque para Análise Molecular de Genes Envolvidos na Etiologia da Fissura Labiopalatina e Caracterização de Estruturas Maxilo-Faciais em Pacientes com Mucopolissacaridose. Também atua nas atividades de extensão voltadas para o acesso ao direito básico de saúde como elemento de formação cidadã e inclusão social na Região Amazônica. 

Ele é graduado em Biomedicina pelo Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará (1990), Mestre (1995) e Doutor (2000) pelo programa de pós-graduação em Ciências Biológicas: Bioquímica (UFRGS, 2000), professor titular do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará, membro da Sociedade Brasileira de Genética Clínica, membro do Comitê Científico da Aliança Brasileira de Genética, chefe do Laboratório de Erros Inatos do Metabolismo da UFPA. Foi Presidente da Regional Norte Nordeste da Sociedade Brasileira de Genética Médica. Membro suplente do Conselho Federal de Biomedicina. Membro da Comissão de Aconselhamento Genético do Conselho Federal de Biomedicina. Diretor Voluntário da Área de Diagnóstico do Instituto de Diagnóstico, Pesquisa e Ensino da APAE-Belém, entre outras formações.

 A gestão do Dr. Edvaldo  Loureiro sob a ótica de Luiz Santana  

“Dr. Edvaldo Loureiro apresenta qualidades admiráveis na gestão, dentre elas destaco: pró atividade para resolver problemas administrativos, senso crítico, responsabilidade, pontualidade britânica, assiduidade, humildade e respeito pela opinião dos que o cercam. Durante sua gestão estes atributos estiverem sempre presentes. Foi possível a aquisição de um novo carro para incrementar a fiscalização. Não mediu esforços para a aquisição também de uma nova sede. Promovendo a categoria biomédica, quando possível, se fez presente nas Instituições de Ensino Superior que abrigavam as Faculdades de Biomedicina, localizadas na jurisdição do CRBM-4. Nestas visitas fazia questão de informar aos graduandos e profissionais biomédicos a função do CRBM-4, assim como a importância da implantação de sindicatos e associações biomédicas locais. Ainda neste tópico de visitas era comum a ida em hemocentros, laboratórios e clínicas de biomedicina estética para fazer com que estes serviços entendessem que a função do CRBM-4 é de fiscalização. Durante o tempo que Dr. Edvaldo Loureiro ficou a frente do CRBM-4 foram registrados cerca de 2.000 novos biomédicos. Notório saber do Dr. Edvaldo foi testemunhado por mim no que concerne a questões tributária, jurídicas, legislativas e administrativas quando esteve na presidência do CRBM-4”.

Sobre a nova gestão do CRBM 4, o presidente do Conselho Federal de Biomedicina, Sílvio José Cecchi, destacou que a atuação do Dr. Edvaldo Loureiro frente à autarquia elevou a ética e o comprometimento do Conselho de Biomedicina na região norte e que a nova gestão terá por desafio fazer crescer ainda mais a profissão naqueles estados e que terá sempre o apoio do Conselho Federal de Biomedicina. Cecchi desejou sucesso e discernimento aos novos conselheiros eleitos.

Créditos: Assessora do CFBM